Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Visite também:
Mercado Livre

Chegando de curioso pra ficar.

7/1/2013, 20:54 por Marcus Paiva

Olá amigos, se me permitem, rodando pela net
encontrei na assinatura de um amigo (João Paulo Maron) um link, resolvi conferir e aqui estou eu Wink
Espero poder contribuir, trocar conhecimentos em geral com os amigos do forum. Abraços e vamos lá!

Comentários: 2

E boa tarde.

29/9/2012, 16:03 por Solange N

Bom, o nome é Solange, aquarista desde 2010.
Iniciei com kinguios fazendo muita coisa errada, depois fiz o certo, aprendi bastante, mais tarde fui apresentada a alguns killis, tive vários acidentes de percurso, desisti de aquários pequenos, meus corys se reproduziram e a última aquisição é …

Comentários: 0

Apresentação - Paulo H.

6/7/2012, 19:57 por Paulo H.

Muito prazer em particiar deste ótimo fórum!
Vim aqui para aprender e ajudar quem ainda não aprendeu
Por que eu não posso fazer submissões para o fórum?
Nos vemos por aí Wink

Comentários: 3

Apresentação EduardoVidal

18/5/2012, 22:42 por EduardoVidal

Olá pessoal, sou técnico em eletrônica e aquarista.
Após anos de aquarismo, tive uma perda considerável
no meu aquário depois de ficar 6 horas sem energia elétrica
e o que é pior, eu não estava em casa.
Por esse motivo desenvolvi um oxigenador automático que
funciona na eletricidade e …

Comentários: 2

Visitantes

[Rascunho] Tricogaster azul - Trichogaster trichopterus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Rascunho] Tricogaster azul - Trichogaster trichopterus

Mensagem por Paulo H. em 2/2/2013, 14:28

Nome: Tricogaster azul /Trichogaster trichopterus
Origem: Tailândia, Malásia, Birmânia, Camboja, Vietnã, Indonésia, Sumatra, Banka, Bornéu, Java, Madura, Bali, Brunei, e sobre as Filipinas.
Família: Osphronemidae
Tamanho (quando adulto, diferenciando tamanho de macho e fêmea): quando adulto pode atingir 15 cm. Tanto os machos quanto as fêmeas tem o mesmo tamanho
Temperamento: Eles são geralmente considerados peixes comunitários, quando pequenos. Porém quando grandes costumam ser agressivos com peixes menores e machos da mesma espécie, por isso que é recomendado colocar 1 macho para duas fêmeas.
Hábitos alimentares: Tricogaster azul assim como os variantes dessa espécie são onívoros. Eles comem alimentos congelados, vivos e frescos, rações em flocos ou granuladas. Oefercer pelo menos duas vezes por semana artêmias, bloodworms, camarão, ou qualquer outro substituto adequado
Parâmetros: PH: 6,0 a 8,2/Temperatura: 25°C – 30°C/ gH: 5 a 20
Aquários e montagens apropriadas: Recomendado para montagens de pleos menos 70L, para um trio, caso haja maior número de indivíduos é necessãrio um volume maior. Habitam todos os níveis do aquário e preferem aquários densamente plantados para poderem se refugiar em momentos de estresse
Longevidade: se muito bem cuidado vive 10 anos.
Doenças Comuns: Íctio
Anatomia: O corpo do Tricogaster é ligeiramente comprimido e alongado. As barbatanas são arredondadas e relativamente grandes. As barbatanas ventrais são filiformes e extremamente sensíveis. O corpo tem um bonito tom azulado, por vezes listrados. Existem duas manchas escuras, uma no meio do corpo e outra na base da cauda. Este peixe possui um órgão chamado labirinto, que lhe permite absorver oxigénio atmosférico diretamente na corrente sangüínea. Os olhos são localizados bem à frente.
A boca é grande e voltada para cima. O corpo tem um bonito tom azulado, por vezes listrados
Dimorfismo sexual: Pode-se diferenciar o macho da fêmea pelas barbatanas dorsal e caudal mais destacadas no macho já a fêmea tem as mesmas pequenas e arredondadas.
Também podemos destinguilos pela cor alaranjada sob as guelras do macho, sobretudo no período de reprodução.
Reprodução: Típica dos labirintídeos , com construção do ninho de bolhas.
Os pais devem ser bem alimentados antes da postura e retirados após a mesma.
Seus ovos, bem como os alevinos, são mais leves que a água e flutuam.
Para a reprodução um aquário de 40 litros ou mais.
A água deve ser rasa, cerca de 13 centímetros, a correnteza mínima deve ser sufciente
Plantas flutuantes, ou caule de plantas cultivadas na superfície, ou algo que flutue, ajudará Um par de adultos saudáveis deve ser introduzido no aquário de reprodução.
O macho vai gastar muito tempo na construção de um grande ninho.
Os ovos serão depositados no ninho.
A fêmea deve ser removida neste momento ou ela corre o risco de ser morta pelo macho.
Após 20hs o macho deve ser removido, pois pode comer os alevinos que emergem do ninho.
Os ovos eclodem em 24 horas e os alevinos devem ser alimentados com infusórios e náupilos de artêmias.
Convivência: Eles são geralmente considerados peixes comunitários, quando pequenos. Porém quando grandes costumam ser agressivos com peixes menores e machos da mesma espécie, por isso que é recomendado colocar 1 macho para duas fêmeas. Peixes beliscadores e gouramis absolutamente nunca devem ser misturados, as nadadeiras pélvicas do Tricogaster e seus movimentos lentos fazem deste peixe a vítima perfeita.
Curiosidades: Uma característica interessante destes gouramis é que eles são bem conhecidos por comer hidra. A hidra é uma pequena praga que tem tentáculos com veneno. Muito pequenos peixes que entram em contacto com o hydra são paralisados pelo veneno e, em seguida, até comidos.

Paulo H.
Novatos
Novatos

Mensagens : 5
Data de inscrição : 02/07/2012
Localização : Alagoinhas - Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum